I Fórum de discussão do Grupo de Pesquisa “Dados e Metadados”

Inscrições no local.

Anúncios

Linked Open Data in cultural heritage collections: aspects of information representation for Digital Humanities

First dissertation of the Research and Extension Group “Data and Metadata”, of the master’s student Débora Marroco Ninin:

ABSTRACT

Introduction: The emergence of the Internet and the Web platform raise new possibilities and challenges of management and access to knowledge, stored in digital environments in the form of data. In this context, the tools for description promoted by the Linked Open Data movement are highlighted, through Linked Data principles. The connection and availability of cultural heritage data, present in libraries, archives and museums, offer new possibilities for learning and dissemination of knowledge in Humanities and the vast cultural heritage distributed throughout the globe. Given this scenario, the question is: how do Linked Data principles contribute to the representation and access to cultural heritage collections? Purpose: To analyze the Linked Open Data in cultural heritage institutions, in order to contribute to studies about representation and access to cultural heritage collections. Methodological procedures: This is an exploratory theoretical-applied research, with a qualitative approach, carried out through a bibliographical and documentary survey about the research question. The scientific bibliography and relevant documents were analyzed in order to provide support for the representation and promotion of access to the cultural heritage collections within the scope of the Linked Open Data movement. Results: The results achieved included 1) academic contributions regarding the benefits of using the tools of the Linked Open Data movement, highlighting issues of interoperability (technical and semantic) and data sustainability, 2) the survey of Linked Open Data initiatives in international cultural heritage institutions, 3) the presentation and discussion of data models adopted by the initiatives Europeana and DPLA and the data scheme of the DigitalNZ project and 4) presentation of the solutions developed by the cultural heritage community to use the metadata standards for the Linked Open Data description of cultural heritage collections. These results demonstrated that the cultural heritage community has sought to take advantage of the benefits offered by the Linked Open Data movement, especially with respect to the sustainability of the processes of description and access to the data of cultural heritage collections and, with that, this community seeks to approach the practices and goals proposed by the Digital Humanities discipline.

Keywords: Data model. Metadata. Cultural heritage. Information representation. Linked Open Data.

Available in: https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/10538

Indicadores bibliométricos no estudo da Ontologia

TOMOYOSE, Kazumi; GALHARDO JUNIOR, Fúlvio José ; SIMIONATO, Ana Carolina; ROCHA, Ednéia Silva Santos. Indicadores bibliométricos no estudo da Ontologia. BIBLIONLINE (JOÃO PESSOA), v. 14, p. 29-40, 2018.

RESUMO

Como um tema em desenvolvimento e adaptação nas mais diversas áreas do conhecimento, a Ontologia é um campo científico que busca estudar desde a natureza dos objetos na Filosofia, até à representação de conceitos na Ciência da Informação. Devido à natureza da amplitude que o tema dispõe, uma vez que o estudo da natureza de objetos do universo e a representação de conceitos pode ser vista sob variadas óticas, realizou-se o levantamento dos indicadores das publicações com o tema ontologia, para análise da ocorrência do termo nas áreas do conhecimento. Buscou-se, ainda, identificar quantas dessas publicações correspondem à área de Ciência da Informação. Para isso, utilizaram-se as bases de dados de acesso aberto Scientific Electronic Library Online (SciELO), Banco de Teses e Dissertações da Capes e Repositório Institucional UFSCar. Foi possível observar que a temática ocorre em todas as grandes áreas do conhecimento, porém com o maior resultado em Ciências Humanas. Identifica-se que apesar do estudo da Ontologia na área de Ciência da Informação, mais especificamente pela representação temática, o número de trabalhos publicados nas bases analisadas é baixo. É possível concluir que a análise da ocorrência da Ontologia nos campos de estudo fornece uma visão melhor do seu desenvolvimento e adaptabilidade pelos mesmos.

Palavras-chave: Ontologia. Indicadores C&T. Ciência da Informação.

 

Indexação automática de imagens na Web: tendências e desafios no contexto Deep Learning

GRACIOSO, Luciana de Souza et al. Indexação automática de imagens na web: tendências e desafios no contexto Deep Learning. Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, [S.l.], v. 11, n. 2, p. 541-561, maio 2018. ISSN 1983-5213. Disponível em: <http://periodicos.unb.br/index.php/RICI/article/view/27095&gt;. Acesso em: 29 maio 2018.

Resumo

O objetivo deste estudo é investigar em que medida as pesquisas na Ciência da Informação (CI) tem aproximado às das técnicas de Deep Learning, sendo relacionadas à representação, descrição e recuperação de imagens na Web, e assim, aferir da mais valia destas pesquisas quando aplicadas aos métodos da área da CI. A partir de uma revisão integrativa de literatura nacional e internacional de modo contextualizado na CI, os documentos recuperados foram analisados conforme os critérios da revisão integrativa, identificando um conjunto de operações que poderiam ser integrados nas metodologias de representação e descrição de imagens desenvolvidas e consolidadas no campo da CI. Conclui-se que ainda há uma lacuna nas pesquisas em CI tanto no âmbito nacional como internacional sobre Deep Learning e que recursos desta nova estrutura de programação podem ser aproximados aos métodos já validados pela área.

Palavras-Chave: Deep learning; Indexação de imagens; Machine learning; Recuperação de imagens na web.

Catalogação e tecnologia: interseções com a Web Semântica

ARAKAKI, Felipe Augusto; SIMIONATO, Ana Carolina; SANTOS, Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa. Catalogação e tecnologia: interseções com a Web Semântica. Informação @ Profissões, Londrina, v. 6, n. 2, p. 03 – 19, jul./dez. 2017. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/infoprof/article/view/32003. Acesso em: 16 mai. 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-4390.2017v6n2p03

Introdução: Os ambientes digitais se constituem em espaços importantes para geração e recuperação de recursos informacionais. Nesse contexto, é importante que o bibliotecário conheça as tecnologias disponíveis para melhorias nos processos de descrição, importação, transmissão, organização, indexação, armazenamento, localização, recuperação, visualização e preservação dos recursos informacionais.

Objetivo: Nesse contexto, o objetivo deste trabalho é apresentar a inserção da tecnologia e suas projeções para Catalogação.

Metodologia: O método utilizado consiste em uma análise exploratória da literatura disponível sobre o tema proposto, permitindo a construção de um conhecimento teórico sobre a Catalogação frente as tecnologias, auxiliando na compreensão do contexto apresentado.

Resultados: Como resultados é apresentado um panorama das mudanças do processo da Catalogação influenciado principalmente da proposta da família dos Requisitos Funcionais (FR) e da Web Semântica, em especial do Linked Data.

Conclusões: Considera-se que o impacto da tecnologia sobre as atividades do bibliotecário, proporciona maior agilidade no processo de alimentação do catálogo.

Descritores: Catalogação. Tecnologia. Web Semântica.